Pró-Sinos Promove Seminário para Apresentar Programas Municipais de Monitoramento da Qualidade das Águas da Bacia do Rio dos Sinos

Em seminário que apresentou casos de sucesso, consórcio anunciou que trabalha numa plataforma que reunirá dados sobre a qualidade da água da Bacia do Rio dos Sinos.

 

     Ampliar a rede de geração de dados e estimular os municípios consorciados a adotar a prática de monitorar os cursos de água de seus territórios. Esses são os objetivos do Consórcio Pró-Sinos, que trabalha numa plataforma para acompanhar a qualidade da água com apoio dos municípios da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos.

     “Identificamos que há várias iniciativas de controle de parâmetros de qualidade e quantidade das águas, muitas delas executadas pelos próprios municípios e outras entidades, e queremos desenvolver parcerias”, destaca diretor-técnico do Pró-Sinos, Hener de Souza Nunes Júnior. O Programa de Monitoramento Espacial, para toda a Bacia do Rio dos Sinos, deve ser lançado nas próximas semanas.

     Em seminário virtual realizado pelo Pró-Sinos, participaram profissionais ligados às secretarias de Meio Ambiente dos municípios consorciados, de concessionárias de água e universidades, além do analista de Serviços Técnicos e Tecnológicos do  Instituto SENAI de Couro e Meio Ambiente, Horst Mitteregger Júnior, que apresentou o programa de Diagnóstico Ambiental do Arroio Estância Velha, desenvolvido com a participação da Secretaria do Meio Ambiente de Estância Velha.

     No encontro, foram apresentados dois casos de sucesso. São projetos que receberam recursos do Edital de Mobilização Socioambiental lançado em 2019. Jéferson Müller Timm, Secretário de Meio Ambiental, apresentou resultados parciais do Programa de Monitoramento da Qualidade da Água do Município de Campo Bom. E William da Silva Papi, diretor técnico de Licenciamento e Fiscalização Ambiental, detalhou o Programa Municipal de Monitoramento da Qualidade das Águas de Esteio.

     De acordo com a coordenadora do Programa Permanente de Educação Ambiental do Pró-Sinos, Aline Paez, o edital previa a inscrição de projetos relacionados a várias linhas temáticas, dentre elas, tivemos esse dois  projetos de monitoramento, que se enquadraram em três linhas temáticas: Prevenção de Danos e Crimes Ambientais relacionados aos Serviços de Saneamento; Monitoramento Espacial de Corpos Hídricos para Fins de Análise da Qualidade da Água; e Métodos de Controle e Fiscalização Ambiental dos Serviços de Saneamento.

     Os recursos são provenientes da Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA). “A realização das ações do projeto iniciaram em partir de agosto de 2019, com vigência até novembro deste ano, mas por se tratarem do desenvolvimento de um programa, terão continuidade”, observa Aline.

 




Compartilhar


Endereço

Atendimento