Pró-Sinos projeta ampliar serviços de apoio técnico e conectar municípios consorciados pela educação ambiental

 

Planejamento estratégico para 2021 prevê fortalecimento da formação continuada de interlocutores ambientais e ata de registro de preços de serviços técnicos especializados.

 

 

 

        Promover e difundir ações integradas relativas à educação ambiental e saneamento, visando à recuperação e à preservação da Bacia do Rio dos Sinos. Essa é a missão do Consórcio Pró-Sinos, que norteará as ações desenvolvidas nos próximos dois anos. O planejamento estratégico foi elaborado envolvendo as áreas administrativa, técnica e de educação ambiental.

 

          De acordo com o diretor-geral do Pró-Sinos, Luciano Machado, transparência, cooperação, efetividade, conhecimento, conexão local, ética, responsabilidade social e foco nos resultados são os valores que conduzem a atuação do consórcio. “Iniciamos o trabalho estabelecendo objetivos claros, desenhando ações para alcançá-los e indicadores, que nos ajudarão a chegar onde queremos”, observa.

 

 Na área da educação ambiental, maior presença institucional do Pró-Sinos nos municípios, fortalecimento da formação continuada e integração das informações de educação entre os consorciados estão entre as prioridades para 2021. “Nosso foco estará na parte de capacitação, com formação, seminários e oficinas para interlocutores e professores dos municípios consorciados, dando assessoria em outras atividades que envolvam a educação ambiental, fortalecendo e buscando novas parcerias”, destaca Daniela Tomaz, coordenadora da Educação Ambiental do Pró-Sinos. Para ela, em 2021, o Pró-Sinos terá uma educação ambiental mais conectada e focada nos municípios.

 

Na área técnica, o Pró-Sinos dará continuidade ao Programa de Apoio Técnico aos municípios consorciados, que consiste em promover e administrar uma ata de registro de preços de serviços técnicos especializados nas áreas mais necessárias à gestão ambiental e do saneamento.  “Percebemos que os municípios carecem de profissionais especializados nas áreas técnicas e se vêem impedidos de contratá-los no quadro permanente por restrições orçamentárias. Também, muitas vezes, as demandas são pontuais, sem que haja necessidade de profissionais permanentemente disponíveis. A solução ofertada pelo consórcio é o compartilhamento deles”, esclarece Hener de Souza Nunes Júnior, diretor-técnico do Pró-Sinos.

 

A ideia é que sejam oferecidos para contratação profissionais das áreas de conhecimento da Geologia, da Biologia, das Ciências Ambientais, do Saneamento, da Hidrologia, do Direito Ambiental, da avaliação de bens, entre outras. “Eles serão cadastrados e terão suas melhores propostas de preço registradas para que os municípios possam contratá-los por meio de um processo simplificado, sem que sejam deixadas de lado as formalidades e os princípios da administração pública”, explica Hener.

 

Já na área administrativa, o foco será a assinatura dos contratos assinados pelos 28 municípios que fazem parte da bacia, além da recuperação de valores devidos. “O valor investido pelos consorciados mantém o funcionamento administrativo do Pró-Sinos e é fundamental para a continuidade de importantes projetos. Estamos ampliando nossa carteira de serviços na área de apoio técnico e propondo novas atividades na área da educação ambiental. Temos grandes desafios pela frente”, finaliza Luciano Machado.

 





Endereço

Atendimento